quarta-feira, 14 de junho de 2017

O básico sobre Junho de 2013

“Me desculpe, Haddad, mas o senhor não entendeu nada de Junho de 2013”. Este é o título do artigo de Guilherme Kranz, do coletivo “Às Ruas”, publicado pelo Esquerda Diário, em 09/06. É uma resposta a um texto do ex-prefeito publicado na última edição da revista Piauí.

Em relação às afirmações de Haddad sobre o caráter conservador das manifestações ocorridas naquele mês explosivo, Kranz pergunta:

O fortalecimento da direita se deveu a Junho ou a anos e anos governando com Renan Calheiros, Fernando Collor, Sarney, Eike Batista, Maluf, Katia Abreu, Henrique Meirelles, Marco Feliciano, Levy, Eduardo Cunha, Marcelo Odebrecht, Sergio Cabral, Silas Malafaia, Michel Temer? O fortalecimento das mídias golpistas, como a Globo, se deu por conta de Junho ou ao financiamento bilionário que os governos petistas fizeram ao longo de anos? Será que hoje o judiciário vem se tornando todo-poderoso por conta de Junho ou pelo fortalecimento e autonomia dados a esse poder durante os governos do PT?

Não é difícil encontrar as respostas corretas para essas perguntas. Mas apenas para quem esteve nas ruas naquele período e permanece nelas. Não estão ao alcance de quem continua a circular pelos gabinetes do poder.

Conclusões muito parecidas também apareceram em várias pílulas publicadas sobre aquele momento explosivo há exatos quatro anos. Abaixo, algumas delas:

O povo não é bobo, já o governo Dilma...

2 comentários:

  1. Sim Sergio, querer jogar na lama aquele momento especial de esperança, só serve mesmo aos prazeres daqueles que não entendem e não admitem algo diferente do reformismo sem revolução. E ainde querem imputar o avanço da direita a nós, e não aos seus acordos espúrios. Seria cômico se não tivessem nos levado junto com a tragédia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, cada vez mais claro não só pela observação que a (relativa) distância permite, mas por seus resultados trágicos. O governo mafioso de Temer é resultado das escolhas lulistas.
      Valeu!

      Excluir