sábado, 31 de outubro de 2015

A caminho da democracia empresarial-militarizada (2)

 Latuff
A Operação Bandeirante (Oban) foi criada durante a ditadura criada pelo golpe de 64. Promovia o sequestro, tortura e morte de militantes de esquerda e foi financiada por empresários e banqueiros. É por isso que está correto considerar o regime de 64 uma ditadura empresarial-militar.

A Oban daria origem aos esquadrões da morte, que passou a matar suspeitos que podiam ou não ser criminosos. Pobres e pretos eram quase todos.

A ditadura acabou, mas as torturas e mortes continuaram nas delegacias policiais. Além disso, comerciantes e empresários continuavam a pagar para livrar as redondezas de seus estabelecimentos de mendigos, crianças de rua, ladrões. Sempre com os mesmos métodos: a eliminação física.

Nos bairros pobres, os esquadrões da morte passaram a se chamar milícias. Nas regiões ricas, recebem o nome de operações conjuntas entre governos e setor privado. É o caso da recente iniciativa da Federação do Comércio do Estado do Rio, que patrocinará o policiamento de seguranças privados nas regiões da Lagoa Rodrigo de Freitas e Parque do Flamengo.

São R$ 44 milhões, 363 policiais e jovens que acabaram de deixar as Forças Armadas, fazendo patrulhas com bicicletas e viaturas. O governo estadual entra com armas e veículos. A população pobre e preta contribui com seus filhos sempre suspeitos, publicamente humilhados e muitas vezes julgados e executados.

Junte-se a isso o monopólio da liberdade de expressão para a grande imprensa, eleições dominadas pelo poder econômico e um judiciário a serviço dos ricos. Acrescente, finalmente, a tentativa de criar uma legislação “antiterrorista” que criminaliza os movimentos sociais. Está feita a transição da ditadura empresarial-militar à democracia empresarial-militarizada.
                 
Leia também: A caminho da democracia empresarial-militarizada

2 comentários:

  1. Marighela diria: mais uma democracia racionada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente:
      Na Copa, democracia racionada, repressão abundante:
      http://pilulas-diarias.blogspot.com.br/2014/01/na-copa-democracia-racionada-repressao.html

      Excluir